União dos Dirigentes Municipais de Educação do Estado do Paraná

Undime-PR promove discussão sobre uso de tecnologias digitais em sala de aula

Undime-PR promove discussão sobre uso de tecnologias digitais em sala de aula

Apucarana sediou hoje (11/9) o 1º Encontro Estadual dos Articuladores do Programa de Inovação Educação Conectada. Realizado pela seccional paranaense da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-PR), o evento reuniu cerca de 280 participantes, de todas as regiões do estado, no Cine Teatro Fênix.

O Programa Educação Conectada é uma estratégia do Ministério da Educação (MEC) e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), em parceria com a Undime, que visa apoiar a universalização do acesso à internet em alta velocidade e fomentar o uso pedagógico das tecnologias digitais na Educação Básica.

Representante do Conselho Nacional de Secretários de Educação, o professor Celso Augusto de Oliveira foi o principal palestrante do encontro. Ele falou sobre a importância do Programa Educação Conectada. “Os países que têm os melhores índices na área do ensino investem pesadamente em tecnologia. Esse é o caminho também para o Brasil. O MEC fez um levantamento recentemente e percebeu que a principal dificuldade é a baixa velocidade da internet que chega às escolas. Além da ampliação da banda larga, o programa Educação Conectada prevê um pacote tecnológico e um portal que oferecerá conteúdo aos professores,” afirmou.

A presidente da Undime-PR e secretária de educação de Apucarana, professora Marli Fernandes, destacou que alguns municípios do estado já vêm investindo por conta própria na incorporação das tecnologias digitais nas suas redes de ensino. “Na cidade de Apucarana, por exemplo, nós aplicamos R$ 3,3 milhões na compra de equipamentos tecnológicos e estamos capacitando os professores para que eles usem as ferramentas de forma interligada ao currículo. O programa Educação Conectada vem reforçar essas ações individuais,” disse.

O prefeito de Apucarana, Beto Preto, participou da abertura do 1º Encontro Estadual dos Articuladores do Programa de Inovação Educação Conectada. Ele destacou a relevância da iniciativa do governo federal, mas mostrou-se preocupado com o financiamento dela. “Diante da aprovação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que limita os gastos em Saúde e Educação por 20 anos, eu temo que esse projeto e muitos outros sofram com falta de recursos. O programa Educação Conectada é muito importante, mas precisa de investimentos robustos para que alcance os objetivos a que se propõe,” explicou.